História

contentheader_history_Brazil.jpg

A história da Sandoz inicia há mais de 120 anos, com uma pequena empresa química que se tornou a segunda maior produtora de genéricos de alta qualidade e líder global em produtos biológicos e diferenciados. Ao longo de sua história, a Sandoz tem sido comandada por líderes visionários e dedicados, que sempre aspiraram estar a um passo a frente e distribuir medicamentos e serviços de alta qualidade.

No Brasil, os medicamentos da Sandoz são produzidos nas fábricas em Cambé, no Norte do Paraná (centro de excelência em orais sólidos da Sandoz Global) e em Taboão da Serra, no interior de São Paulo.

 

Saiba mais sobre nossa história e os suas conquistas ao longo da história.

De 1886 a 1939

1886- A empresa química Kern & Sandoz é fundada na Basiléia, pelos Drs. Alfred Kern (1850-1893) e Edouard Sandoz (1853-1928). Os primeiros corantes produzidos são o azul de alizarina e a auramina.
 
1895- A empresa se torna uma sociedade por ações e passa a chamar "Chemische Fabrik Vormals Sandoz". No mesmo ano, é produzida a primeira substância farmacêutica, a antipirina, um agente controlador da febre. 
 
1899- Inicia a produção da sacarina, a primeira diversificação da empresa para o ramo de adoçantes.
 
1911 – Primeira filial é fundada na Inglaterra.
 
1917- Criação do Departamento Farmacêutico pelo Prof. Arthur Stoll (1887-1971) e início da pesquisa farmacêutica.
 
1918 - Arthur Stoll isola a Ergotamina a partir do "ergot", um fungo do milho, que em 1921, é lançado sob o nome comercial de Gynergen, para tratar a cefaléia. Neste ano, é fundada a primeira subsidiária nos Estados Unidos.
 
1929- Lançamento do Calcium Sandoz, um produto inovador que se torna a base da terapia de cálcio moderna. É organizado o Departamento Químico (produtos químicos para produtos têxteis, couros e papel).
 
1939 – A empresa muda seu nome corporativo para Sandoz e passa a atuar no segmento de agronegócio. O primeiro produto desenvolvido é o pesticida Cooper Sandoz, lançado poucos anos depois.
 
 

O início dos antiinfectivos: de 1946 a 1963

1946 – A Biochemie é fundada em Kundl, Áustria, com o objetivo de produzir a penicilina, substância escassa e urgente para a população local.
 
1948 – Apesar das limitadas instalações, a ambiciosa equipe de pesquisa da Biochimie consegue o que poucos times conseguiram: a produção local do novo medicamento dos sonhos, a penicilina. 
 
1951 – Dois pesquisadores da Biochemie, Brandi e Margreiter, inovaram ao descobrir a penicilina resistente ao ácido. Pela primeira vez, a penicilina pôde ser administrada por via oral. A descoberta desencadeia um maior desenvolvimento e crescimento da empresa.
 
1958 - Lançamento do medicamento neuroléptico Melleril, um marco na história da farmacologia psicotrópica.
 
1963 – A Sandoz adquire a austríaca Biochemie GmbH, o que representou o início da produção de larga escala de antibióticos e substâncias a base de biotecnologia. 

Expansão e Diversificação: de 1964 a 1982

1964- Inauguração do primeiro centro de pesquisas fora da Suíça, em East Hanover (NJ, EUA); seguido pela criação do Instituto de Pesquisas Sandoz, em Viena, Áustria, em 1970; e pelo Instituto Sandoz de Pesquisa Médica, em Londres, em 1985.
 
1967 – A partir da fusão com a Wander Ltda, a Sandoz diversifica atuação no ramo dietético com Ovaltine e Isostar. 
 
1975 – Sandoz avança no mercado de sementes com a aquisição da empresa americana Rogers Seed Co. e, no ano seguinte, da Northgroup King. Em 1989, foi a vez da sueca iHillesh’g. 
 
1977 – Lançamento do anti-alérgico Zaditen.
 
1981 – O Institudo Sandoz de Pesquisas Biomédicas é inaugurado na promissora Universidade de College, em Londres. 
 
1982 – Sandoz lança o Sandimmun (ciclosporina), o primeiro imunossupressor para transplantes de órgãos, seguido do lançamento de Neoral (ciclosporina) em 1994. A empresa adquire a Wasa, companhia sueca de produção de pão torrado.

A nova estrutura corporativa: 1990- 1998

1990 – Sandoz torna-se uma holding com nova estrutura corporativa.
 
1995 – A nova estrutura operacional da Sandoz trazia três unidades de negócio: Farmacêutica, Nutrição e Agronegócio/ Química. 
 
1996 – A Sandoz e a Ciba-Geigy se integram para formar a Novartis, uma das maiores fusões corporativas da história.
 
1997 – Sandoz ingressa no mercado Mexicano sob o nome de Suipharm.
 
1998 – Sandoz ingressa no mercado espanhol sob o nome Geminis.

Negócio Global em Genéricos - De 2000 a 2012

2000 – A Novartis Genéricos adquire a unidade europeia de genéricos da BASF Pharma, ingressando assim nos mercados da França e Itália, e no Reino Unido com a Lagap. O laboratório Apotheccon é adquirido nos Estados Unidos e o Grandis na Alemanha. 
 
2001 – Sandoz ingress ano mercado argentino sob a marca Labinca.
 
2002 – Sandoz adquire a Lek Pharmeceuticals, empresa de genéricos da Eslovênia, com ampla participação no mercado europeu, por US$ 900 milhões.
 
2003 – A Novartis unifica todas as suas unidades de medicamentos genéricos sob uma única marca mundial: Sandoz. A fábrica da Amifarma S.L. em Palafolls, próxima à Barcelona, na Espanha, é adquirida.
 
2004 – A Sandoz adquire a Sabex Holdings Ltd e inicia uma forte atuação no Canadá. Torna-se, então, a sexta maior indústria de genéricos do mundo. Em seguida, adquire a dinamarquesa Durasacan A/S (pertencente à AstraZeneca plc) 
 
2005 – Sandoz anuncia aquisição da alemã Hexal AG e a americana Eon Labs, posicionando-se como uma empresa líder mundial em genéricos. 
 
2006 - Omnitrope (somatropina [origem rDNA]) é o primeiro medicamento aprovado pela Comissão Europeia dentro das novas diretrizes regulatórias da União Europeia para produtos biológicos. A aprovação de Omnitrope é parte da estratégia da Sandoz em oferecer medicamentos biológicos após a expiração de suas patentes.
 
2007 – Sandoz recebe aprovação da União Europeia para seu primeiro biológico mundial, o Binocrit®, uma versão para o medicamento indicado para anemia, o apoertin alfa. Sua aprovação é um marco na história da Sandoz e de seus esforços em prover medicamentos biológicos ao redor do mundo. 
 
2008 – Sandoz recebe aprovação da União Europeia para seu terceiro medicamento biológico, Zarzio® (filgrastim), indicado para o tratamento da neutropenia, uma importante conquista para fortalecer seu portfolio de produtos complexos de alta qualidade. 
 
2009 – Sandoz finaliza a aquisição da unidade de genéricos injetáveis da EBEWE, expandindo sua atuação em medicamentos injetáveis de baixo custo para o tratamento do câncer e preparando o caminho para a criação de um centro mundial de excelência em genéricos oncológicos injetáveis.
 
2010 – Sandoz adquire a americana Oriel Therapeutics, ingressando assim no mercado de inaladores respiratórios, adicionando um terceiro pilar em seu portfólio de medicamentos diferenciados. O genérico enoxaparina é aprovado nos Estados Unidos como um produto totalmente substituível, indicando a crescente confiança da FDA na capacidade de desenvolver moléculas complexas não patenteadas como opções intercambiáveis. 
 
2012 – Sandoz adquire a farmacêutica americana especializada em produtos dermatológicos Fougera e se torna líder de mercado neste segmento nos Estados Unidos.
 
 

Select a category

Related content

Serviço de Atendimento ao Consumidor

SAC.jpgInformações, sugestões e reclamações sobre os produtos Sandoz e informações médicas
0800 400 91 92 (Ligação gratuita)
Seg. à sexta (8h às 17h) 
sac.sandoz@sandoz.com